NOVIDADE EM ZONA EURO - COMEMORATIVA DA COROAÇÃO DE BÁRBARA DE CELJE

 

Em comemoração aos 600 anos da Coroação de Bárbara de Celje como rainha da Hungria, o Banco da Eslovênia lançará em final de Outubro uma nova moeda de 2 euros comemorativa da ocasião. O anverso da moeda foi desenhado por Studiobotas, vencedor do concurso realizado no primeiro semestre de 2013, com a participação de 64 desenhos de diversos artistas para a moeda de 2 euros comemorativa da Coroação da Imperatriz, e outros 40 desenhos destinados à confecção de outra homenageando Janez Puhar Agostino (26/8/1814 – 7/8/1864), sacerdote esloveno , fotografo , pintor e poeta que, em 1841 inventou um processo de fotografia sobre lastra de vidro, reconhecido pela Académie Nationale Agricole et Commerciale manufacturière, em 1852.

 

Bárbara de Celje (Celje, ca. 1390 — Melnik, 11 de julho de 1451) foi esposa de Segismundo, Sacro Imperador Romano-Germânico, tornando-se assim Sacra Romana Imperatriz. Através do casamento também se tornou Rainha Consorte da Hungria e da Boêmia. Devido às suas intrigas políticas, recebeu a alcunha de “Messalina da Germânia”. A sua participação foi na criação da Ordem do Dragão foi fundamental. Bárbara também serviu como regente da Hungria durante a ausência do marido.

 

A seguir, os 3 desenhos finalistas. A partir da esquerda, o primeiro colocado, trabalho realizado por Studiobotas, o segundo colocado Zlatarna Celje e o terceiro, Milano Drobnak.

Bárbara acompanhou seu marido Segismundo ao Concílio de Constanza em 1414, mas foi impedida pelo próprio marido de participar das cerimônias, regressando à Hungria. Em 1419, sob a acusação de haver cometido aduntério, foi exilada na cidade de Nagyvárad, reconciliando-se com o marido após um ano, retornando à corte imperial. 

 

Durante um longo período de enfermiadde do rei Segismundo, Bárbara conspirou com o rei Vladislao III da Polônia afim de apoderar-se do reino. Temendo pela sua segurança, após ser descoberta em sua intenção, escapou em novembro de 1437 com um graned carregamento de ouro e valiosos objetos pessoais em direção a oeste.

Seu marido ordenou sua captura, sendo levada ao palácio da cidade de Pressburgo, onde foi encarcerada. Em dezembro do mesmo Segismundo faleceu e Bárbara foi liberada de sua prisão pelo novo rei Alberto da Hugria, abandonando o reino em seguida e refugiando-se na Polônia onde não foi bem recebida, retirando-se no castelo de Melnik na Boêmia, onde viveu até sua morte em 1451.

 

A cunhagem das moedas eslovaneas serão realizadas pela Konenklijke Nederlandse Munt (Real Casa da Moeda da Holanda, Oficina de Utrech), em peça bimetálica (cuproníquel no anel exterior e metal amarelo ouro para o disco central). A tiragem prevista é de 1.000.000 de exemplares em qualidade BU e proof.

A imagem central do anverso apresenta o retrato, em traçados de linhas paralelas (ver imagem acima) da rainha Bárbara de Celje. À esquerda do retrato aparece a legenda com o nome do país emissor “Slovenija” e à direita, a legenda “Barbara Celjska” e o sanos “1414-2014”.

 

O reverso da moeda inclui o desenho comum a todas as moedas circulantes com esse valor nominal na zona euro, obra de Luc Luycx de “la Monnaie de Belgique” (Real Casa de Moeda da Bélgica, Casa de Bruxelas). Um grande dígito “2” correspondente ao valor nominal, contendo um mapa que reproduz os 28 países da União Européia e seus territórios ultramarinos, com 12 estrelas e barras alusivas aos 12 países que deram início à UE.